A Netflix resolveu fazer o remake de She-Ra com uma nova versão para 2018.

O grande problema é que a nova versão de She-Ra perdeu muito da identidade visual dos anos 80.

She-Ra foi criada no auge da boneca Barbie, e a intenção da criação da irmã de He-Man era exclusivamente para vender suas bonecas.

Mas qual o problema da She-Ra atual?

A She-Ra atual continua sendo direcionada para crianças e continua sendo forte e ainda tem todos os seus poderes e espada, porém, a nova She-Ra perdeu as suas curvas e seu decote.

Os quarentões que assistiam She-Ra nos anos 80 querem ver a gueira lutar de minissaia e decote exatamente como se lembram, mas o desenho foi feito para vender para a audiência feminina que assistia da He-Man na épico, ou seja, o remake atual não terá todas as curvas e decote, já que é voltado para o público infantil atual. Faz sentido?

Quer saber mais sobre o remake de She-Ra para a Netflix, clique aqui.  

Veja também: Vídeos “Jump Up, Super Star” do novo Super Mário

Comentários no Facebook